sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Fogo Eterno - Tempo de Amar & Tempo de Perdoar - Lynne Graham

Tempo de Amar

Título Original:
The Pregnancy Shock
Copyright © Lynne Graham 2010

Protagonistas:
Alexei Drakos e Billie Foster

Sinopse:

Quando sua assistente pessoal pediu uma licença prolongada, causou um enorme inconveniente ao bilionário grego Alexei Drakos. Ele contava com Billie Foster para tudo, desde administrar sua vida até se livrar de suas namoradas. Mal sabia Alexei que Billie se afastara para ter o bebê dele! Na verdade, ele sequer se lembrava da tórrida noite que tiveram e não fazia idéia de que ela estava grávida! Com Billie ausente, havia algo faltando para Alexei. Quando ela retorna, ele precisa lhe oferecer algo especial para fazê-la ficar... Quem sabe uma aliança de casamento... Ainda que de conveniência?


Resenha:

Tá bom! Então vamos lá! Antes de entrar, efetivamente, na resenha desse livro, tenho algumas observações a fazer. Primeiro, tenho que dizer que foi um custo terminá-lo! Nossa! As vezes, pegamos histórias em que alguma parte do acontecimento já foi desenrolado e ficamos com aquela sensação de que gostaríamos de ter lido mais a fundo.. Pois é, neste não falta nada! Todo o rolo da história deles é narrado com precisão. Nada de um casinho no passado narrado de forma abreviada para poder mostrar o filho q nasceu do caso depois. Não. Mostra tudinho e eu gostei disso, mas que demorou, demorou. Segundo, eu adoooooro esse nome, Alexei. Adoro mesmo. Acho lindo! E terceiro, Billie??????? Eu custei a ligar nome a pessoa, porque toda hora achava se tratar de um homem. O homem quis modificar o nome dela verdadeiro, Bliss, que significava êxtase, e que causava um constrangimento enorme a ela, e na minha opinião, deu um pior! Aff.. mas tudo bem.. Vamos a primeira parte da história. 

Particularmente, eu adorei o primeiro livro. Muito mais do que o segundo. Eu o achei leve e divertido. Dei boas risadas com o Alexei tentando melar os encontros da Billie. E o tonto não via que ali já estava apaixonado? A noite que eles passam juntos, bem, a noite que eles passam juntos é um caso a parte, porque ele dormir com ela e no instante seguinte cair, bater a cabeça e esquecer, me soou um pouco inverossímil, maaas, como também foi a noite do enterro dos pais dele, então, pode até ter uma certa lógica na explicação que foi dada no segundo livro. Porém, se fosse comigo, eu também ficaria arrasada. O homem dos seus sonhos, tem uma noite maravilhosa com você e de repente, puft!, esquece tudo?! Uóóóóó, né, gente! Mas a solução que a Billie arranjou para os problemas dela, também não foi a mais brilhante. Enfim, os problemas e as dores de cabeça realmente vieram no segundo livro, o qual vou resenhar mais abaixo.

Ponto Alto:

Alexei estava menos contente. Desde quando ele, um homem Drakos, permitia-se ser tratado de forma arrogan­te por uma mulher? Mas Billie apelara para sua consciên­cia, e, embora fosse difícil admitir, ela tivera bom-senso. Não era por isso que ele a empregara? Calma e bom-senso haviam diferenciado Billie, e, até aquele beijo, ele teria jurado que nada a perturbaria. Mas sexo lhe abalara a cal­ma e a fizera recuar. Ela não era seu tipo, lembrou a si mesmo com impaciência, enquanto tomava banho mais tarde naquele dia a bordo de seu avião particular. Ela era apenas uma funcionária, e ele não dormia com suas fun­cionárias. Havia excelentes razões para respeitar frontei­ras, mas, sendo como era, Billie sempre as cruzava. Por isso era a única pessoa em sua vida capaz de fazê-lo se sentir humano e real? Ela não se impressionava com sua riqueza ou status.
Alexei franziu o cenho. Por que ainda estava pensando em Billie? Não possuía tanto bom-senso quanto ela, pensou. Teria sacrificado o relacionamento profissional deles num segundo, se ela o estivesse esperando na cabine!
Três meses após aquele dia, Billie saiu para jantar com um italiano charmoso chamado Pietro Castronovo. Ele a levou para um restaurante chique de Florença, onde ela brincou com a comida, que era muito temperada para seu paladar, e tentou responder aos flertes.
Às 10h, Alexei lhe telefonou e estragou a noite.
Você deveria ter me perguntado antes de sair. Pietro é um homem casado e com dois filhos.
Obrigada, senhor murmurou Billie.
Tenho trabalho para você.
No momento, estou fora pela noite respondeu ela friamente.
Com certeza você não pretende continuar passando tempo com um homem casado murmurou Alexei com sarcasmo.
Billie desligou o telefone e se desculpou com Pietro por ter atendido.
Eu sempre atendo ligações de Alexei.
Ele a considera uma grande profissional comen­tou Pietro.
Billie respirou fundo.
Você é casado?
O rosto magro e bonito de seu companheiro enrijeceu, e ela soube a resposta antes que ele abrisse a boca para admitir que sim.
Eu deveria ter perguntado disse ela. Eu não estaria aqui se soubesse.
Pietro tentou dissuadi-la de acabar a noite mais cedo, mas Billie manteve-se firme e se perguntou por que es­tava mais zangada com Alexei do que com Pietro. Afi­nal, o aviso de Alexei chegara na hora certa, antes que ela pudesse envolver-se com o italiano bonito. Contudo, de alguma maneira, ser salva de um erro por um homem cujos valores morais estavam longe de ser impecáveis a enfurecia.
Quando ela retornou à cobertura do hotel na qual Alexei estava hospedado, encontrou-o trabalhando com o res­to de sua equipe. Ela lhe enviou um olhar acusatório, mas não lhe diria como se sentia sobre o telefonema prévio diante de uma audiência. Depois da reunião, ele a chamou antes que Billie pudesse ir embora.
Você dispensou Castronovo? Ele nasceu com o dom da lábia declarou Alexei secamente. Eu deveria tê-la avisado antes.
Sou capaz de cuidar de mim mesma retrucou ela. Obrigada pelo aviso desta vez, mas, por favor, não in­terfira assim novamente.
- E claro que eu interferi. Sabia que você não sairia com um homem casado intencionalmente.
Por alguma razão, Billie se sentiu ressentida por ele presumir que ela nunca faria nada errado.
Isso não é necessariamente cem por cento verdade.
Você estava de volta ao hotel depois de trinta mi­nutos do meu telefonema apontou Alexei com diverti­mento. Não se envergonhe de seus princípios. Muitas pessoas não os têm em absoluto.
Entretanto, ela quisera esbofeteá-lo. Detestava o fato de ele ter interferido. Billie jamais escolheria sair com um homem casado, mas Alexei mais uma vez conseguira fa­zer com que ela se sentisse uma tola.

***

Alexei era tão alto que foi fácil localizá-lo no meio da multidão. Tia, uma loura vistosa, num vestido preto bri­lhante, estava colada a ele. Billie o estudou, notando o ângulo teimoso do maxilar forte e o distanciamento nos olhos escuros. Tia estava rindo e gesticulando as mãos para um grupo de amigos perto. Em seu terno impecável, Alexei estava lindo e imóvel como uma estátua de bronze.
Tia está prestes a ser dispensada previu Natasha sabiamente. Ele está entediado.
Talvez respondeu Billie, evitando olhar para o casal novamente.
No momento em que a anfitriã saiu para localizar o ma­rido, Damon atravessou o salão para cumprimentar Billie.
Você me deve uma dança.
Billie ficou tensa, porque a esposa de Damon, Ilona, era do tipo possessivo. Ela visitara o local de construção diversas vezes, deixando claro que qualquer interação en­tre seu marido e a ex-colega de escola deveria ser estrita­mente profissional.
Devo?
Desculpe Damon, mas você perdeu o barco muito tempo atrás - disse Alexei sardonicamente, se colocando entre os dois e fechando um braço ao redor de Billie, a fim de conduzi-la para a pista de dança.
O que você está fazendo? Billie arfou perplexa pela súbita aparição dele.
Salvando seu bom nome censurou Alexei. A esposa de Damon pegou as crianças e foi para a casa dos pais na semana passada. O casamento dele acabou. Da­mon ir diretamente a você é uma má idéia, uma vez que as pessoas a culparão pelo rompimento deles.
Você não poderia se importar menos com o meu bom nome? protestou Billie.
Olhos dourados a encararam com intensidade.
Damon está procurando consolo, então, dê-lhe es­paço. Lembre-se do garoto que fingiu não conhecê-la na balsa todos aqueles anos atrás. Você está sexy neste ves­tido verde...
Isso é inapropriado, Alexei disse ela, tensa com a proximidade do corpo alto e forte. Mal conseguia respirar por causa do nervosismo. Onde está Tia?
Com as amigas. Ela está embriagada e brava porque eu não a acompanharei às corridas na próxima semana. Marque um vôo para mandá-la para casa amanhã.
Sim. Então Tia era notícia velha. No entanto, a loira deslumbrante tinha durado seis semanas, o que era mais tempo do que muitas.
A mão na base de suas costas desceu para seu traseiro. Calor a inundou, e seus seios enrijeceram em resposta.




Tempo de Perdoar

Título Original:
A Stormy Greek Marriage
Copyright © Lynne Graham 2010

Sinopse:

O bebê de Billie nasceu, mas ela não contou a Alexei sobre o filho deles. No entanto, quando retorna à Grécia e ele lhe propõe um casamento de conveniência, ela sabe que precisa se arriscar para ficar com o homem que ama. Mas, na noite de núpcias, Alexei se surpreende ao descobrir que sua esposa não é virgem... E essa é apenas a primeira das revelações chocantes neste turbulento casamento...


Resenha:

Nesse livro, ou seja, nessa parte da história, eu realmente passei raiva! Afff.. parece que a mocinha perdeu totalmente sua personalidade ao alcançar seu grande sonho. Se casar com Alexei, pelo qual sempre foi apaixonada. Gente, que raiva! Ela passou a aceitar tudo e qualquer coisa para não perder o marido. Tá certo que eu até achei que ela merecia, um pouco, as coisas que ele fazia com ela e as coisas que ele jogava na cara dela. Eu só acho que ela não deveria aceitar tão passivamente. Aff.. Se pelo menos, ela tivesse aceitado as coisas por consciência de que errou e errou feio, era uma coisa, mas por medo de perder o casamento? Euuuuu, heeeeeein! Eu li algumas resenhas dizendo que o Alexei sofreu pouco. Pois eu não concordo. Depois de tudo que a Billie aprontou, de todas as mentiras.. Particularmente, eu odeio mentiras, então, isso pode ter influenciado a minha opinião, mas eu achei que ela bem que mereceu tudo o que ele aprontou com ela. Tem uma parte que não consigo aceitar até agora. Ele chega na casa dela e quer levá-la de volta para a casa dele e diz para ela deixar o filho ali - na ocasião ele ainda não acredita que o filho seja dele - e o que a idiota faz? Deixa o filho para trás! Achei um absurdo! Essa segunda parte, realmente, só começa a melhorar a partir do momento que a Billie resolve lembrar que é um ser humano e para de se deixar pisar pelo Alexei. E, obvio, ele começa a demonstrar muito mais que é apaixonado por ela. Créditos para o Alexei. Adorei ele!

Ponto Alto:

O que está fazendo aqui? ofegou Billie, perplexa, antes de perceber que ele trajava o mesmo terno que usava aquela manhã. O rosto de traços perfeitos necessitava ser barbeado. E como chegou tão rápido?
  Foi uma decisão de última hora. Vim pilotando um helicóptero informou Alexei, estudando a face descorada com uma intensidade que não era bem-vinda no frágil estado emocional em que ela se encontrava. Como foi com Lauren?
Pe... Péssimo gaguejou Billie, sentindo que iria cair em pranto se continuasse. Estava bêbada acres­centou por fim.
Alexei limpou uma lágrima que lhe rolava pelo canto do olho com as juntas dos dedos.
E ela fica péssima quando bebe, certo?
Billie confirmou com um gesto de cabeça, sentindo os olhos nublados pelas lágrimas que não podia mais conter.
No mesmo instante o braço forte escorregou por seus ombros e a puxou contra o calor reconfortante do corpo musculoso. Enterrando a cabeça no ombro largo, Billie sentiu a fragrância familiar do marido, composta pela colônia sofisticada, a masculinidade natural e um cheiro agradável que pertencia exclusivamente a ele. Desejava se fundir naquele calor e soluçar, mas não baixaria suas defesas àquele ponto. Ainda assim, significara muito para Billie o fato de Alexei estar disponível e compre­ender o quanto seria traumático para ela confrontar a mãe.
Não está sequer arrependida!
Ela precisa de tratamento repetiu Alexei. Em uma clínica de reabilitação, mas essa decisão deve partir de Lauren.
Billie resfolegou descrente de que aquilo fosse pos­sível, embora começasse a concordar com a opinião do marido.
Onde está Nicky?
Na França. Achei que seria cruel trazê-lo de volta a Londres apenas por uma noite. A voz grave e sensual soou sobre a cabeça de Billie, enviando fagulhas elétricas que lhe percorreram a espinha. Comeu alguma coisa?
Estou muito cansada para sentir fome.
Ao cruzar o suntuoso corredor da casa de Alexei no cen­tro de Londres, Billie se viu erguida pelos braços fortes.
Está exausta explicou ele, detendo-se apenas para falar com a criada sobre o jantar, antes de carregá-la pela escada. Pedi que lhe trouxessem algo para comer. Depois de fazer a refeição, durma um pouco aconse­lhou ele, deitando-a na cama e retirando-lhe os sapatos. Em seguida, sentou-se na beirada da cama.
Minutos depois o jantar foi servido em uma bandeja e Billie descobriu que estava com mais fome do que ima­ginara.
Não precisa ficar aqui comigo disse ela. Os olhos dourados se fixaram nos dela. Ainda está aborrecida...
Temo pelo que Lauren tenha dito ao jornal.
Cobras e lagartos gracejou Alexei. Não leia a matéria. Nada que for publicado deve ter o menor impacto sobre nós.
Billie dirigiu-lhe um olhar oblíquo.
Não foi essa sua atitude quando viu a foto de Damon comigo na praia.
Os músculos da mandíbula de Alexei se contraíram pela tensão.
Aquilo foi diferente.
Como assim?
Damon Mariós sempre teve uma atração por você.
Isso é bobagem. Pelo amor de Deus! Ele se casou com Ilona.
Só porque não teve chance com você quando ado­lescente. Foi o primeiro amor de Damon e ele o seu.
Passei a vê-lo de outra forma no dia em que ele fingiu não estar comigo na balsa confessou Billie. Sempre fui uma forasteira na ilha, mas ele fez com que me sentisse uma poeira do chão naquele dia.
Alexei envolveu-lhe os ombros com o braço.
Ele era um idiota. Tive uma grata surpresa quando não o perdoou por isso.
Não gostei do que disse sobre ele naquele dia, mas era verdade e deveria saber que eu jamais me envolveria com Damon outra vez.
Alexei comprimiu os lábios sensuais.
Não gosto de tê-lo por perto. E minha esposa agora. Ele deveria respeitar isso. Um homem que tem honra tem de respeitar tais limites. Você é mulher, não entende.
Colocando a bandeja de lado, Billie deixou escapar uma risada.
Oh, entendo-o perfeitamente. Só me falta uma eti­queta amarrada ao tornozelo com seu nome gravado.
Estou falando sério. Não se trata de possessão ou ci­úme assegurou Alexei em tom autoritário. É apenas uma questão de saber o que é certo.
Sim, também vou falar sério. Não gosto desta cama porque foi Calisto quem a escolheu e dormiu aqui com você confessou Billie. Mas não espero que a arraste lá para fora e a queime apenas para me agradar. É uma questão de saber o que é sensato.
Perplexo com a repentina virada de jogo, Alexei cra­vou os olhos dourados nela. Mandarei trocar todas as camas.
Mas isso seria insensato e extravagante respon­deu Billie em tom suave para reforçar seu ponto de vista. Existem coisas com as quais temos de conviver.
Alexei se ergueu, mas continuou sustentando-lhe o olhar.
Não vou conviver com você e Damon Marios de mãos dadas. Da próxima vez que ele pensar em tocá-la eu o matarei! afirmou em tom baixo, porém decisivo. E não me importo se isso for insensato.

Classificação:








5 comentários:

Mil suspiroos disse...

Eu ia ler esse livro, acho que ainda vou ...
Mas essa parte de que ela deixa o filho pra trás ... não dá!

PS: Que fofo o cachorrinho!!

Bjoss
Renata Cristina

Gabii Cardoso disse...

Concordo com a Cris...que negocio é esse de deixar o filho pra trás?...essas mocinhas mosca-morta não estão com nada...mas do jeito q vc falou na resenha, vale apena ler pelo mocinho!...bjs e tem meme lá no blog pra vc!

Verbologia Pink disse...

Oi Lu!
Estou lendo esse livro, mas tem tanta coisa sem noção que só vou terminar por que não consigo abandonar um livro assim. Só eu acho Bliss um nome bonito? haha!
Beijos!
Tamara

http://verbologiapink.blogspot.com.br/

Luciana Miranda disse...

Cara.. certamente, Bliss era melhor que Billie!!

Obrigada pela visitinha!

Beijos!

simone sinick disse...

Prefiro Bliss a Bilie tambem,gosto da autora ,mas achei a mocinha desse duo sem noção,tinha q ter dito tudo do inicio doendo a quem doesse,ele não perdeu a memória por culpa dela tinha q ter falado,e o mocinho em certas atitudes achei ele um fdp hipócrita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...