segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Noiva Substituta - Miranda Lee

Título Original:
The Wedding-Night Affair
Copyright © 1999 by Miranda Lee

Protagonistas:
Maximilian Forsythe e Margherite Kirby

Sinopse:

Margheritte era uma das proprietárias bem-sucedidas da Casamentos Cinco Estrelas, uma firma especializada em organizar casamentos que atuava na alta sociedade de Sydney. E foi assim que ela se viu diante da organização do casamento de seu ex-marido. 


Margheritte percebeu depressa que ainda amava Maximillian, mas estava determinada a resistir à química que agia entre a,bos. Seu trabalho era garantir que o casamento do ano acontecesse sem o menor problema... mesmo depois de a noiva ter-lhe feito uma revelação chocante e MArgheritte descobrir-se aceitando ser a noiva substituta de Maximillian!!!!!



Resenha:

Eu gostei desse livro! Tanto que li bem rapidinho. Não que seja um daqueles livros inesquecíveis. Ao contrário, a Miranda Lee já escreveu histórias mais marcantes, porém é bem gostosinho de ler. Conseguiu prender minha atenção até o fim. Eu adorei a Margherite e o modo como ela enfrenta o Max todo o tempo, sendo sarcástica e cínica e adorei  Max e o fato de ele demonstrar desde o início que ele nunca a esqueceu. Adorei sua falta de controle e  modo como ele a culpa por isso. Gostei do toque de magia que o livro tem com a Margherite sendo mística e tal. Do fato de ser um romance com toque de magia e não um livro de magia com toque de romance. Eu recomendo!

Margherite é sócia em uma firma que organiza casamentos e se depara com a organização do que seria chamado o casamento do ano. Como sua firma ainda é um tanto pequena e ela e seu sócio necessitam da notoriedade dada por um casamento tão requintado, ela aceita o trabalho e se vê cara a cara, dez anos depois, com o homem que sempre amou, prestes a se casar com outra. Créditos para Margherite, por sua volta por cima e para Max, que sempre demonstra, com suas ações que ainda ama a ex-mulher.

Ponto Alto:

Se o senhor e sua noiva quiserem me acompanhar... sugeriu o rapaz, indicando um dos corredores. Ele se referira a Margheritte, e sorria para ela agora.
Maximillian lançou um olhar aborrecido a Margheritte, fazendo-a apressar-se em desfazer o mal-entendido com o moço. O jovem desculpou-se de pronto, acrescentando, embaraçado:
Eu fui logo achando que vocês dois formavam um belo par... Perdoem-me.
Margheritte é representante da Casamentos Cinco Estrelas Maximillian esclareceu impassível.
Oh, sim, com certeza! Agora a reconheço. Peço que me desculpem, mais uma vez.
Continuaram na escolha dos trajes, até que Maximillian optou por um smoking muito elegante. Escolheu, em seguida, a camisa e a gravata, e já se afastava para experimentar suas peças quando voltou-se para acrescentar:
Quando meu padrinho chegar, quero que lhe dê roupas idênticas a estas. Entrou num dos provadores, e Margheritte afastou-se, aguardando.
Respirou fundo. Nada estava saindo como desejava. Steve não estava ali, e Maximillian mostrava-se tão frio que era impossível abordar qualquer assunto referente a Corinne.
De repente, Maximillian apareceu à porta do provador, reclamando:
Não consigo dar este nó!
Como o vendedor tivesse sido chamado para atender a um senhor, em uma parte afastada da loja, Maximillian teve de chamar por Margheritte:
Será que poderia fazer este pequeno milagre para mim?
Ela atendeu ao pedido, notando, de repente, que a cabina parecia pequena demais para os dois-Ainda mais porque a porta automática se fechara logo atrás dela.
Procurou agir com naturalidade, fazendo algo que muitas vezes fizera antes, para diversos noivos. Porém, agora, suas mãos não pareciam estar trabalhando bem.
Procurava não erguer os olhos para não encontrar os de Maximillian, e concentrava-se no laço, que não saía como deveria...
Bem... acho que vai ter de chamar outra pessoa para fazer isso disse, abandonando a tarefa.
Como Maximillian se mantivesse em silêncio, Margheritte levantou a cabeça, mas arrependeu-se de imediato de tê-lo feito. O ex-marido estava próximo demais. Seus olhares se encontraram por intensos momentos.
Por que me abandonou, Margheritte? Por quê, droga?!
Margheritte sentiu seu peito se apertar diante do tormento que sentia na voz dele. Ergueu a mão para tocar-lhe o rosto, e notou que tremia.
Oh, Maximillian... foi o que conseguiu murmurar.
Não houve como impedir o beijo que ele lhe deu. Suas mãos puxaram-na para si, e seus lábios tomaram os dela com uma paixão avassaladora.
Foram segundos em que os dois saíram por completo da realidade, cientes apenas do calor que tomava seus corpos e que os levava a aprofundar ainda mais as carícias. De repente, batidas apressadas do lado de fora os despertaram, trazendo-os de volta, a respiração acelerada, os corações batendo forte.
— Maximillian, você está aí dentro? Enfim, Steve chegara.
Aborrecido, ele encarou Margheritte com evidente irritação, e respondeu:
Estou, sim. Espere um instante. Margheritte está com problemas para dar o laço em minha gravata.
E quem é Margheritte?
A garota da firma de festas que Corinne e minha mãe contrataram.
Ah, sim... Olhe, estou entrando no provador em frente, certo? Vou experimentar a roupa que você indicou.
Muito bem.
Enquanto falava, Maximillian continuava encarando-a, daquele seu modo muitíssimo sério.
O que pensa que está fazendo? Maximillian parecia acusá-la do que acabara de acontecer, o que a deixou furiosa.
Foi você quem me beijou primeiro, esqueceu?!
Mas me olhou antes, daquele seu jeito tão intenso! E depois, que tipo de mulher é, afinal, que não pode ficar longe de homem nenhum?
Não seja ridículo! Está me ofendendo, ouviu?!
Estou? Então, é só comigo que isso acontece? Essa situação seria engraçada se não fosse patética. Por que não admite, afinal? É louca por sexo, não é? Sempre foi e sempre vai ser! Aliás, o beijo que acabamos de trocar não passou de uma tentativa de pura sedução sexual!
Não sei por que está me dizendo essas coisas, Maximillian. Foi você quem me beijou, e seu beijo não foi nada casto, sabe muito bem disso. Então, o que você é? Um sujeito descontrolado que não consegue ficar longe de uma mulher bonita nem pouco tempo antes de seu casamento?
Maximillian pensou por instantes, depois sua confissão fez Margheritte estremecer:
Não. Isso só acontece com você. Porque tenho lembranças de nosso relacionamento, suponho. E todas elas são... muito fortes e perversas. Se Steve não houvesse chegado, não sei até onde eu poderia ir. Tenho de admitir que teria sido mais um em sua longa lista de tolos seduzidos. Mais uma vez...
Margheritte o fitava, atenta.
Maximillian sorriu, muito de leve, achando tudo triste e divertido ao mesmo tempo. Depois, acrescentou:
Acho que só agora compreendo por que foi tão difícil esquecê-la, Margheritte. Mas deixe-me dar-lhe um aviso. É melhor ficar longe de mim. Já teve sua oportunidade há dez anos e deixou-a escapar, porque quis. Agora amo Corinne, e vou me casar com ela.
Sei. Mas... e Corinne? Ama você de verdade? Margheritte aproveitou aquele momento para falar sobre sua dúvida.
Maximillian encarou-a por alguns segundos, sem entender aonde queria chegar. Então, apontou para a saída.
Fora daqui! E não quero vê-la mais até o dia de meu casamento. E, mesmo, então, apenas o necessário. Será que fui claro?!
Margheritte conhecia-o bem demais para saber que perdera sua única chance. Não poderia dizer mais nada, mas ainda assim, tentou explicar:
Sei que não vai acreditar, Maximillian, mas me preocupo com você. E o que acabei de dizer... só o fiz em seu próprio interesse. Para ser franca, você sempre foi muito caro para mim, e sua felicidade é minha maior preocupação.
Os olhos dele continuavam frios.
Não me diga! Tem um estranho modo de demonstrar isso, queridinha. Agora, quer sair, por favor?


Classificação:





3 comentários:

Fran Reis disse...

Oi Lu.
Adoro esta história.

Beijinho.

Fran Reis disse...

Oi Lu.
Tem selinho pra você lá no blog.

Beijinho

Jessica Oliveira disse...

Não sei por que mas eu amo estórias em que os casais já foram casados. Eu lembro que eu li um bem parecido com esse tem magia também, na verdade é um véu irlandês encantado que realiza desejos, o nome do livro é Case comigo outra vez da Lori Wilde. Se tu não leu vale a pena ler, não é um livro dos mais marcantes segue o mesmo padrão deste, mas é muito bom.


Bjs!!


Romances e Livros

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...