segunda-feira, 18 de abril de 2011

Arte da Conquista - Nicola Marsh

Título Original:
Mistress to the Tycoon
Copyright © 2007 by Nicola Marsh

Protagonistas:
Cooper Vance e Ariel Wallace

Sinopse:



Nunca misture negócios com prazer...

Esta era uma regra inquebrável para Cooper Vance. Ele é bem-sucedido, solteiro e sexy. E pretende permanecer assim... Pelo menos até entrar em uma galeria de arte determinado a comprá-la e avistar uma mulher capaz de lhe tirar o fôlego. Sabendo que estão em lados opostos, será ele capaz de quebrar suas próprias regras e fazer de Ariel sua amante?

Resenha:

Ai.. a primeira coisa que eu pensei quando terminei de ler esse livro foi: Graças a Deus! Gente! Eu não sei se o livro é realmente chato ou que é que estou chata, mas eu achei uma leitura muuuuuito arrastada. Os mocinhos não me cativaram, sabe? Não senti aqueeeeela química que nos faz ficar presas a um livro até o último ponto! Não senti. Achei a historinha do vendo/não vendo a tal galeria uma chatice. Enrolou demais! Não sei por que não gostei, já que havia lido algumas críticas boa a respeito desse livro. Vai ver, é a minha tpm, mesmo! kkkkkk.. Sem comentar da palavra "surpresa" escrita com "z" na página 172 que me doeu as retinas.

Ariel - achei ela chata toda vida - é a dona de uma galeria que é do interesse da empresa de Cooper Vance, uma noite, ele adentra a galeria com o intuito de fazer uma proposta pela galeria e ela o confunde com um modelo que vai posar nu para ela. Ela arrasta o homem para os fundos e o manda tirara roupa! hahahah.. Ele até que gosta e acha q essa seria uma boa tática para saber mais sobre a proprietária e dar o bote da compra. Acontece que eles não imaginavam que se sentiriam atraídos um pelo outro e aí, rola uma história do tipo te-quero-mas-não-te-dou-porque-vc-só-quer-minha-galeria... Um tédio! Créditos para o Cooper pq pela descrição, ele é um gato!

Pontos Altos:

Ariel não deveria encorajá-lo, realmente não deveria. Mas quem poderia resistir a um homem com uma lábia daquela?
- Em que lugar você pensou?
Cooper piscou e deu um sorriso charmoso.
- Por que não deixa isso comigo? Quem sabe um homem antiquado como eu possa surpreendê-la. Apanho você no domingo por volta das 10h.
Com isso, ele se levantou, deu uma última olhada ao redor do café, fazendo-a se perguntar se tinha perdido o juízo.
Pintar Cooper era uma coisa, passar a manhã de domingo com ele, uma outra, completamente diferente.
Pense no retrato terminado... pense no dinheiro..
Em vez disso, tudo o que podia pensar era em como um jeans justo fazia maravilhas com o traseiro dele, e em quanto era tola por notar isso.
Pior ainda: como em apenas uma semana gostava mais de Cooper do que já gostara de outro homem.
Nada bom.
E tinha a impressão de que passando sua preciosa manhã de domingo com ele as coisas iam piorar ainda mais.

Classificação:


Um comentário:

Jessica disse...

Oi adorei seu blog e já estou seguindo, sempre que der vou dar uma passadinha para ver sus resenhas.
Se vc puder faça uma visitinha ao meu blog:
http://livrosmelosos.blogspot.com/

bjos e que venham os sheiks ^^

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...