quarta-feira, 4 de abril de 2012

Aventura Secreta - Maya Banks

Título Original:
The Tycoon´s Secret Affair
Copyright © by Maya Banks

Protagonistas:
Piers Anetakis e Jewel Henley

Sinopse:

Grávida do magnata


 Depois de uma incrível noite de paixão, Jewel Henley descobriu que o exótico estrangeiro que a enlouquecera era o seu novo chefe, Piers Anetakis. E antes de lhe poder proporcionar uma explicação, ficou sem trabalho… e grávida. Cinco meses depois, Piers finalmente encontrou-a. Decidido a explicar-lhe os erros cometidos, deparou-se com uma inegável evidência: Jewel estava grávida de um filho seu. A sua honra grega exigia que se casasse com ela. Mas, haveria algo mais do que luxúria entre eles? E isso bastaria para que o casamento de conveniência perdurasse? 



Resenha:


Esse livrinho faz parta da série "No Amor e Na Guerra", o terceiro livro da série, na verdade. Eu, como sempre, começando as séries pelo último livro. hahaha.. Mas tudo bem. Eu gostei. Achei bonitinho, mas não é um livro inesquecível. Dos irmãos, acho que eu vou gostar mais do mais velho, mais tudo bem. Dei um BOM, porque achei que poderia ter sido melhor. Achei, que talvez, tenha faltado um pouco mais de química entre os personagens, ou talvez, tenha achado que tudo aconteceu rápido demais. Não sei, mas poderia ter sido melhor. Detalhe importante e relevante: Piers ficou três dias sem tomar banho, por estar sofrendo por Jewel.. hahaha.. Achei isso, no mínimo... estranho! kkkkkkk..

Jewel e Piers se conhecem um noite na porta de um dos hotéis de propriedade dele e logo vão para a cama. Bem, assim. Logo mesmo! Se eles trocaram 5 frases antes, foi muito. Logo depois, ela descobre que ele será  novo patrão dela. E o que acontece? Como o caso seria apenas de uma noite, sem amarras, sem compromisso, sem nomes, ele acha por bem, se livrar dela. Pede que seu funcionário a transfira, mas ele a demite sem direito a nada. E o pior? A pobre criatura, que não é tão coitada assim, já que fez sexo com um desconhecido, de descobre grávida, sozinha e sem um tostão. Após uma grande adversidade, ela decide entrar em contato com ele, mas então precisa fazê-lo acreditar que é o pai do bebê. Situação não muito estranha para ele. Créditos para os irmãos Anetakis e principalmente, para as cunhadas.

Ponto Alto:

Piers contemplou as ondas pensativas, com as mãos enfiadas nos bolsos da calça. Uma calça que não trocou em três dias. Parecia, e se sentia, como se estivesse a um mês de ressaca. Não tinha tomado banho nem se barbeado. Os empregados o evitavam como a peste e, quando não podiam evitar se relacionar com ele, olhavam-no com desaprovação. Como se ele fosse o culpado por sua partida.
E de certo modo era. Não tinha facilitado às coisas para que ficasse. Não que tivesse pedido para que ela partisse, mas que mulher ficaria junto de um homem que se mostrou tão cruel, tão desdenhoso?
Fechou os olhos e respirou o ar do mar que Jewel tanto adorava. Ela amava o mar tanto quanto ele a amava. Apaixonadamente.
Acreditava-se que o amor não devia ter barreiras nem condições. Mas ele nunca tinha oferecido tanto a Jewel. Nem sequer tinha lhe dado seu apoio incondicional. Tinha exigido, e ela tinha concedido. Tinha tomado e ela tinha oferecido.
Era um bastardo.
Como ela ia contar a verdade a ele se ele não a deixava? Desde o começo deixou quase evidente que a expulsaria de casa se descobrisse que ela estava mentindo para ele.
Embora na verdade não se importasse.
Ele percebeu ao descobrir sua partida. Ele não importava que o bebê fosse biologicamente dele ou não. Estava casado com Jewel, e isso significava que mãe e bebê pertenciam a ele. Seria o pai do bebê porque esse era o desejo de Jewel. Porque esse era seu próprio desejo.
Seu amor por Eric não diminuiu ao saber que não era seu filho biológico. Amava sua filha, e nada poderia mudar isso. Tinha arruinado sua chance de ter uma família. Uma esposa e uma filha. E tudo porque estava convencido que Jewel era outra Joanna.
Jewel tinha razão. Tinha esperado que ela caísse, que lhe desse as armas que necessitava para destruí-la porque não suportava ser destruído pela segunda vez. E também tinha razão em outra coisa, algo que ele não levou muito tempo para descobrir. Tinha destruído um tesouro.
—Amo você, yineka mou — sussurrou. — Não mereço seu amor, mas posso oferecer a você o meu. Posso tentar compensar você pelo dano que lhe fiz. Por favor, me perdoe.

Classificação:







3 comentários:

Natiii disse...

Não sabia que a Maya Banks tbm publicava livros mais brandos.Geralmente ela publica Ellora's e talz.
Bom saber,quando tiver um tempo livro vou ler esse livro.
Super recomendo as séries KGI e Sweet
bjs

Luciana Apaixonada por Romances disse...

Gostei da sua resenha e fiqueientusiasmada para ler(✿◠‿◠)

Beijos
Luciana
♪♥ Apaixonada por Romances♥ ♪
http://www.apaixonadaporromances.com.br/

thaila oliveira disse...

chefe+ noite incrivel= baby e eu fico vidrada nesse livro

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...