sexta-feira, 18 de abril de 2014

Dominados pela Paixão - Prova de Amor - Maggie Cox

Título Original:
In Her Boss´s Bed
Copyright © 2004 by Maggie Cox

Protagonistas:
Conall O´Brien e Morgen McKenzie

Sinopse:

Ele a encontrara dormindo. E agora iria despertá-la!

Conall O’Brien fica furioso ao ver Morgen McKenzie cochilando sobre a mesa do escritório! Precipitadamente, ele a julga como mais uma baladeira que gasta noites de sono em festas. Mas, na verdade, Morgen é uma mãe solteira, e precisou ficar acordada de madrugada cuidando da filha doente. Então, quando as relações profissionais entre os dois se tornam mais estreitas, ela deixa claro que não quer se envolver demais com ele por dois motivos: ela precisa do emprego e também porque sabe que Conall não deseja compromisso. Mas ele está cada vez mais atraído por Morgen, e o que começou com um suposto cochilo poderá despertar outras vontades dentro dele.


Resenha:

Um livro calmo, sem grandes emoções, mas ainda assim, até que é gostosinho de ler. Conall é descrito a princípio, como mandão e arrogante, mas não sei se a autora perdeu a mão ou mudou de ideia, porque ele se transformou num fofo. Hahahahaha... Perdeu a mão, por assim dizer, já que ele, antes descrito como impiedoso, pega nossa heroína dormindo - isso mesmo, DOR-MIN-DO - no trabalho e nada faz! Claro, que ele faz umas ameaças, dá umas alfinetadas, mas se encanta pela beleza e personalidade de Morgen e fica caidinho. Isso mesmo! Ela, apesar de ser pega na infração, enfrenta o chefe bonitão, o que o deixa fascinado! Quando a gente dá por si, ele está num sábado a tarde, num parque de diversões, atrás de Morgen e sua filhinha. Uma graça! hahahaha.. 

Morgen é uma mãe solteira - bem, divorciada - que dá um duro danado para criar sua filhinha, já que o pai da menina decidiu que não queria ser pai e apesar de muito rico, abandona-a grávida. Ela trabalha como secretária na filial Londrina da empresa de Connal, que até então, vive em Nova York, mas que ao chegar para uma visita inesperada, a encontra dormindo em sua mesa de trabalho. Apesar da inusitada cena, as faíscas já se soltam entre eles e Conall fica encantado pela beleza de Morgen e decide fazer de tudo para conquistá-la. Créditos para Conall que não esconde seus desejos e sentimentos desde o princípio.

Pontos Altos:

Cinco minutos depois, sentindo o movimento atrás de si, ela se virou e encontrou Conall sem o casaco e a gravata. Ele era um homem grande, forte, em forma e parecia poder enfrentar um exército inteiro e sair vitorioso. Com o cabelo levemente bagunçado e o queixo viril com a barba por fazer, havia algo perigosamente atraente nele que não passava despercebido, a despeito dos votos silenciosos dela de que sua boa aparência jamais a afetaria.— Ele foi tomar um banho. Pode fazer o café para quando ele sair? — O olhar aguçado dele varreu o cômodo enquanto ele falava, e, quando ele recaiu sobre Morgen de novo, Conall balançava a cabeça como se não acreditasse naquela visão. — Se pagamos bem o suficiente para um cara viver em um lugar como esse, por que diabos ele não contrata uma faxineira?— Ele tinha uma. — Tocando a bochecha sem perceber, Morgen deixou uma pequena trilha de espuma sobre a pele. — Ela se demitiu.— Por que isso não me surpreende?Prestes a se virar para ver como Derek estava, Conall surpreendeu-se caminhando até a pia. Sem uma palavra, ele gentilmente limpou a espuma do rosto dela. De perto, viu que aqueles olhos verdes eram salpicados de intrigantes pontos cor de avelã e que seus cílios eram longos e sedutores sem precisar de delineador, pelo que ele pôde notar. Seu perfume o envolveu algo quente e sensual, como um dia ensolarado em Côte D’Azur, onde ocasionalmente passava os feriados. Os músculos do estômago dele se enrijeceram em resposta, e uma onda de calor foi direto para a virilha.— Tinha um pouco de espuma no seu rosto.— Obrigada.Ela se virou, aturdida. Sorrindo para si mesmo, Conall saiu da cozinha. Ele gostava do fato de poder provocá-la. Para falar a verdade, ele gostava muito.


***

ELE ESTAVA completamente perdido. Conall sabia que, se seus amigos ricos o vissem agora, diriam que ele enlouquecera. E eles estariam certos. Ir atrás de uma mulher com sua filha em um parque de diversões coberto só porque estava a fim dela não era algo que ele cogitaria normalmente. Mas ele precisava abrir mão de suas regras quando se tratava de Morgen McKenzie e agora ele se encontrava em território desconhecido. Ele inclusive mentira para a recepcionista para pode entrar, dizendo que era namorado de Morgen e que viera ver Neesha.— Opa! Cuidado aí! — Suas pernas quase cederam quando um garotinho apareceu do nada e trombou nele.— Eles não me avisaram que eu estaria pondo minha vida em risco — murmurou ele enquanto observava a enorme área cheia de cordas, escadas, balanços e escorregadores.Onde estavam Morgen e sua filha? Ao passar na casa de Morgen, ele ficara contente em encontrar a mãe dela. Assim que Lorna McKenzie certificou-se de que ele era quem falava que era, ela explicou como chegar ao Tumble Drum e deu ênfase ao afirmar que Morgen ficaria por lá até às 16h.Ao avistar algumas mesas vazias na frente, Conall resolveu ir até lá, perguntando-se como os pais aguentavam todo o barulho e caos, embora experimentasse um prazer inesperado ao ver tantas crianças se divertindo. Ele estava prestes a sentar-se quando reparou em algo.Em um castelo inflável, entre várias crianças pequenas, estava Morgen. Vestindo uma calça azul desbotada, um cinto de camurça com franjas e uma camiseta rosa que deixava à mostra a barriga, ela pulava como se fosse uma delas, com o cabelo solto e as bochechas coradas. Ele não pôde deixar de notar que seus seios excepcionais acompanhavam os movimentos. Uma onda de calor atingiu sua virilha, e seu coração disparou. Havia mulher mais sensual no mundo?Sentindo a cadeira atrás dos joelhos, Conall sentou-se lentamente, feliz de poder sentar e apreciar aquela visão. O que ela diria ao vê-lo ele não sabia, mas agora ele não ligava.



Classificação:







LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...